Consciência Humana... Desabafo!

... Olá minha gente linda!!!!

Esse é apenas mais um desabafo e desculpa se em minhas simples palavras não te agradarei! Em pleno 20 de novembro, quase 21( planejei postar isso mais tarde, mas o tempo não deu)... Sinto - me por vezes angustiada por situações que o NEGRO passou e ainda passa!

Sabe, sinto-me cansada em ter que por vezes me olhar no espelho e me auto afirmar como capaz! Em dizer EU QUERO, EU POSSO, EU CONSIGO... Sabe porque???? Porque a droga da sociedade só me botou pra baixo, não me deu oportunidades, muito pelo contrário... Colocam-me esteriótipos inferiores. As pessoas??? Estas olham-me de cima a baixo com aquele olhar de chacota, como quem pensa... O que essa negrinha faz aqui??? (Não estou ditando que 100% das pessoas são assim, mas boa parte dela)...

Ok Ok... Muitos podem pensar que estou até querendo me fazer de coitada, ou que em pleno século XXI isso não existe mais... Doce ilusão, acreditem amigas e amigos! O preconceito racial está tão presente como antigamente, digo isso com a maior tristeza que há... Por ter sofrido tanto com isso, não consigo entender como pode alguém querer ser melhor que o seu semelhante???



Já passei por situações que sinceramente, não vou gastar mais meu tempo lembrando-me de algo que só me faz mal. Porém, preciso dizer que sofri muito preconceito e que hoje... Há hoje eu sei quem sou, sei me defender e defender meu povo!!!
  • Sonho com o dia em que negros e brancos serão vistos em todos os lugares como verdadeiros semelhantes... 
  • Com o dia em que o negro realmente terá as mesmas oportunidades e direitos...
  • Com o dia em que alguém vai me olhar e eu não vou precisar provar para esse alguém que também sou alguém... 
  • Alguém com sangue correndo nas veias, dotada de imperfeições, qualidades, defeitos, sentimentos, emoções, sonhos e desejos como todo e qualquer SER HUMANO!
VEJAM ESSE VÍDEO ELE DIZ MUITO SOBRE O QUE FALEI AQUI!!!


        

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu pitaco!!!

 
Minha negra cor - Aline Dias © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo